Pular para o conteúdo

Eric Clapton – MTV Unplugged – 25 anos

O tempo passa, o tempo voa. Se você reconheceu esse fragmento então você tem idade para lembrar do lançamento do MTV Unplugged de Eric Clapton. A MTV, para quem é novo, organizava o evento Unplugged onde convidavam um grande astro da música para uma sessão acústica de suas principais músicas. Também houve uma versão nacional chamada Acústico MTV que foi responsável pelo ressurgimento comercial de muitas bandas de rock da década de 80 ( o Ira! principalmente). Mas, a versão brasileira do programa sempre teve um monte de firulas e não era totalmente acústica (o do Legião Urbana escapa dessa).

Eric Clapton já era considerado um dos monstros da música quando foi convidado para gravar esse Unplugged. E, para perpetuar o crime perfeito, ele cercou se de grandes músicos para fazer versões calmas, porém animadas, de grandes sucessos de sua carreira e do blues como um todo. Junto com ele estavam o baixista Nathan East, o baterista Steve Ferrone, o percussionista Ray Cooper, o pianista Chuck Leavell, o guitarrista Andy Fairweather Low e as backings vocals Katie Kisson e Tessa Niles.

Junto a esse time vencedor, temos canções arrebatadoras que ficaram incríveis nas versões mais intimistas do disco. Destaques vão para Lonely StrangerRunning On FaithWalkin’BluesSan Francisco Bay Blues e Malted Milk. Porém, não podemos negar que duas músicas são as principais deste disco. A primeira é Layla que ficou absurdamente diferente do original, mas ganho uma força absurda com os acordes mais lentos. E a outra é Tears In Heaven, composta em homenagem ao filho morto do guitarrista e que carrega uma carga emocional absurda. Porém, o trunfo do disco é o clima de música de barzinho que permeia toda a apresentação. Sem firulas, sem enfeites, sem grande tecnologia. Apenas uma galera muito talentosa executando músicas incríveis para uma plateia pequena, porém muito animada.

O MTV Unplugged de Eric Clapton foi lançado em 25 de agosto de 1992 e vendeu a bagatela de 26 milhões de cópias em todo o mundo e ganhou  três Grammy Awards em 1993. Eu demorei muito para comprar esse disco, pois o preço dele sempre foi altíssimo e demorou muito a entrar em patamares aceitáveis. Hoje você pode encontrar ele em bancas de promoções (se você gosta, assim como eu, de ter o CD em sua casa). Porém, não existe motivo para não ter esse disco em casa se você gosta de boa música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.