Pular para o conteúdo

Netflix lança o filme “Onde Está Segunda?” – Veja a crítica

A Netflix vai dominar o mundo? A empresa chegou ao mundo do entretenimento apresentando um catálogo interessante de filmes e séries que não eram necessariamente lançamentos, mas pegou quem curte assistir coisas bacanas ou até mesmo que fizeram parte do seu passado. Com o tempo filmes mais novos foram sendo adicionados e hoje a empresa consegue colocar no ar produções que estavam no cinema  a pouco tempo (como os filmes Até o Último Homem e O Espaço entre Nós) e até fazer suas próprias produções. A empresa nem sempre acerta, mas tem entregado uma quantidade considerável de bons filmes e séries.

Um destes bons filmes é Onde Está Segunda? A história aqui é bem simples, porém muito familiar para a espécie humana. Em um futuro próximo a raça humana quase destruiu o clima com o uso de combustíveis fósseis e a necessidade de alimentar a superpopulação. Tempestades de areia inviabilizaram a agricultura na maior parte do mundo. Desesperados, os políticos colocaram o futuro da humanidade na mãos dos cientistas que criaram uma nova geração de plantas geneticamente modificadas que resistiriam aos extremos climáticos. Porém, embora o problema da fome tenha sido resolvido, as plantas modificadas causaram um novo problema: o aumento gigantesco de nascimentos duplos (gêmeos) e problemas genéticos. Ou seja, resolve-se o problema da fome e multiplica-se o problema da superpopulação.

Para controlar o crescimento da população é instaurada a Lei do Filho Único pela bióloga Nicolette Cayman (Glenn Close). As pessoas podem ter apenas 1 filho. Quem tiver mais terá que ficar apenas com um e entregar os outros para serem colocados em sono criogênico. A promessa é que eles ficarão dormindo até a tecnologia encontrar uma forma de adequar as necessidades da população à quantidade de recursos naturais.

É nesse contexto que conhecemos Terrence Settman (Willem Dafoe) que acaba de saber que a filha morreu ao dar a luz à 7 filhas. Desesperado e não querendo entregar seis das meninas para o Departamento de Alocação Infantil, ele cria um plano para manter todas. Ele vai criar elas como se fossem apenas uma e cada uma tem o direito de sair em um dia da semana e viver parte de uma mesma vida. Para facilitar o trabalho ele batiza cada uma das meninas com o seu respectivo dia da semana. E assim as meninas, vividas pela atriz sueca Noomi Rapace, vivem a vida de Karen Settman, sendo que cada dia da semana uma delas sai de casa com essa identidade. Tudo funciona muito bem durante 30 anos até que Segunda Feira não volta para casa um dia. O filme se desenvolve com a tentativa das seis remanescentes tentando achar a irmã desaparecida. 

O filme tem a velha forma do trilher de ação em uma busca desesperada pela verdade. No caminho vamos descobrindo que, mesmo idênticas geneticamente, as irmãs possuem personalidades bem diferentes e cada uma tem algo a oferecer para o caminho que estão seguindo. Porém, o roteiro inova ao não seguir a linha tradicional desse tipo de filme e mostrar que nenhum personagem, por mais importante que seja, está livre de ser poupado. O final é muito bacana e mostra verdades que você realmente não espera.

Um filme de ação, com uma pitada de suspense e mistério. Vale a pena dar uma olhada. Um bom entretenimento. Onde está Segunda? já está disponível na Netflix. Não perca tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *